O linfedema é o inchaço causado pelo acúmulo de linfa (líquido originado do sangue, rico em proteínas, gorduras e glóbulos brancos) no tecido subcutâneo (abaixo da pele), ou seja, aquele localizado abaixo da pele, geralmente dos braços ou das pernas.

O que causa o linfedema?
As causas são diversas, porém as mais importantes são a erisipela de repetição (a infecção destrói os vasos linfáticos prejudicando a drenagem da linfa), filariose (na qual um verme causa a dilatação e/ou obstrução dos vasos linfáticos), radioterapia, cirurgias (principalmente mastectomia para câncer de mama) e doenças hereditárias.

Sintomas do Linfedema
O principal sintoma é o inchaço associado ou não a dor, sensação de peso e/ou cansaço do membro acometido. Alterações como endurecimento da pele e verrugas podem estar presentes em uma fase mais avançada da doença.

Como diagnosticar o Linfedema?
Na maioria das vezes o diagnóstico é através da história clínica e exame físico do paciente, sem a necessidade de exames complementares, porém em algumas situações o diagnóstico é confirmado pela linfocintilografia do membro acometido.

Qual o Tratamento do Linfedema?
Por ser uma doença crônica, sem cura, o tratamento deve ser mantido pelo resto da vida do paciente. Atualmente, o tratamento com melhores resultados é baseado na tétrade composta por:

Drenagem linfática manual
Compressão elástica ou inelástica dependendo da fase do tratamento
Exercícios miolinfocinéticos (exercícios criados para favorecer a drenagem da linfa)
Cuidados com a pele.

Whatsapp