Avalie este artigo post

A aorta é um vaso sanguíneo que nasce no coração, atravessa o tórax e termina no abdômen, aproximadamente na altura do umbigo, onde bifurca-se para formar as artérias ilíacas.

É o nosso principal vaso, uma vez que dá origem às artérias que levam o sangue a todas as partes do corpo.

O aneurisma da aorta abdominal corresponde à dilatação da porção da artéria aorta localizada na cavidade abdominal.

O primeiro sintoma de um aneurisma de aorta pode surgir apenas quando ele se rompe, mas sua suspeita pode ser levantada com base na história clinica e exame físico do paciente.

O diagnóstico é confirmado através da ultrassonografia de abdome, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Os aneurismas que causam sintomas ou que são considerados grandes necessitam ser tratados com cirurgia na maior parte das vezes. Quando pequenos, podem ser acompanhados periodicamente através de exames de imagem.

O médico especialista no tratamento cirúrgico desses aneurismas é o cirurgião vascular. Há duas técnicas possíveis para o tratamento:

  • A cirurgia convencional aberta, na qual o reparo é realizado por uma incisão no abdome, abertura do aneurisma e costura de uma prótese (tubo de material sintético) no interior do vaso, substituindo a parede enfraquecida.
  • A técnica endovascular, minimamente invasiva, que consiste na introdução de uma prótese intravascular através de fios guias e cateteres pela virilha, sem a necessidade de abrir o abdome.

A escolha da técnica depende das particularidades de cada caso.

whatsapp
Unidade Pompéia
Unidade Paulista
Unidade Itaim Bibi